Compartilhe "O Caminho da Estrela" com seus amigos:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O Caminho da Estrela

A meditação das Noites Santas, iniciando na noite do dia 24 de dezembro

seguindo até o dia 5 de janeiro, traduz o nosso desenvolvimento como seres

humanos.


Cada uma das noites santas representa um passo no caminho da expansão

da luz e da consciência humana. Dos pés rumo à cabeça consolidamos as

forças do nosso ser e as transformamos em qualidades humanas que nos

tornarão verdadeiramente livres.


Este percurso pode ser representado através das 12 constelações do

Zodíaco, onde cada noite nos conecta às forças caracterizadas pelas

constelações.


A liberdade na força da Constelação de Peixes inicia ao firmar os pés no

chão e a sustentação do corpo se dá na junção da terra ao nosso destino. A

sustentação do corpo emana forças de firmeza em busca da conscientização

das transformações verdadeiras do ser. E assim, é possível iniciar a

caminhada.


As forças de Aquário nos impulsiona rumo a nossa existência que, irradia luz

em nossa consciência. A luz se expande em nós e uma luta interna encontra

espaço no cosmo. Do processo de criação do novo, surge a luz e a

autonomia da nossa inteligência.


Impulsos da Constelação de Capricórnio fortalecem nossa personalidade e

estabelece forças para o alcance de nossas metas.


Sagitário traz a luta interna do ser humano com a imagem do centauro. Lutas

contra as formas animalescas, egoístas e selvagens, e, com isso, nascem as

forças de superação, que nos erguem, sustentam e apontam a direção do

futuro.


A Constelação de Escorpião traz a criação do novo, a transformação de uma

forma física em outra, a luta constante da obscuridade com a luz, as forças

duplas que mudam do caos à criação. A morte e a ressureição que

impulsiona para o nascer do novo. O ser das profundezas à águia que se

eleva nas alturas. Fortalecendo a capacidade de renascer das crises.


Libra vem trazer o equilíbrio cósmico para o desabrochar de uma vida

harmoniosa na terra. Nasce as forças espirituais das virtudes do movimento,

a atuação de uma vida coerente e correta. O equilíbrio do corpo

transformando as forças do passado, que se rompem para um novo futuro

rumo a reciprocidade das relações humanas.


A Renovação domina a escuridão e ilumina com o sol, o nascimento do amor

nas forças regidas pela Constelação de Virgem. Surge o acolhimento do novo

e a força para encontrar o que é essencial a partir de nosso interior.


Este passo é um momento de silêncio para decantar o caminho percorrido

até agora e abrir espaço para perceber o novo que está chegando.


O calor interno aquece profundamente a alma e o querer, a vontade e a

coragem impulsionada pela Constelação de Leão mantem a busca de uma

unidade do mundo. O novo sentimento precisa de coragem e persistência

para a transformação. De Leão recebemos as forças para enfrentar os

desafios.


O bem prevalece nos processos de transformações e através da Constelação

de Câncer recebemos as forças de harmonização nos momentos de

transição. As forças de câncer configuram as doze costelas que envolvem e

protege o coração. Neste dia, busque o renascer da harmonia, deixando de

lado a apreensão pelo que está em transição.


A Constelação de Gêmeos impulsiona as forças que nos trazem o sentido da

união. Força para vencer a barreira do individualismo e da solidão. Abra o

coração e reconheça o bem em si e nos outros.


A persistência que nos leva ao progresso adquirimos a partir da Constelação

de Touro, a força para continuar a caminhada rumo ao próprio

desenvolvimento.


Na Constelação de Áries, entramos em contato com a força para atingirmos a

plenitude da consciência humana. Alcançamos a liberdade de sermos nós

mesmo.


As diferentes forças nesta caminhada das Noites Santas nos inspiram para o

despertar da consciência humana, que é viver e nos tornar cocriadores da

nossa própria existência. No caminho dos pés à cabeça nos tornamos

capazes de tomar nosso destino nas próprias mãos.



Os 12 Verbos da transformação:


Pés firmes a traçar seu próprio caminho

Ereto sigo a equilibrar meu interior

Duelos entre as forças adversas 

Nascer, iluminar a personalidade 

Expandir a consciência para o brotar da inteligência

O pensamento clareia e o caminho da estrela alinha e transforma 

Harmonia e equilíbrio interior trazem o desabrochar e apontam o novo

Pausa para perceber o novo, decantar a alma. 

Coragem, vontade e calor que aquece a alma e o individualismo é ultrapassado com serenidade 

As forças internas duelam para o nascer do amor

Consciência plena, união de almas para alcançar o Eu liberto

O Eu liberto das amarras, dos nós.

Para  pensar, sentir e querer

Um amor incondicional

Humanizar-se


Referência: Treze Noites Santas: o nascimento do espírito do Sol como espírito da Terra. Rudolf Steiner, Editora João de Barro.


Compartilhe com seus amigos via:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Nídia Gonçalves
Nídia Gonçalves

Psicopedagoga, educadora e artesã.

Artigos populares

Conheça nossos projetos

Comece o ano com saúde

Precisa de ajuda